Consulta pública da Anvisa sobre maconha medicinal teve com 554 contribuições

O processo de consulta pública sobre a possibilidade de liberação do plantio da maconha para fins medicinais no Brasil, realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), totalizou 554 contribuições, que puderam ser enviadas até esta segunda-feira (19).


As contribuições agora passarão pelo crivo dos diretores da Anvisa, que tomarão juntos uma decisão final sobre o tema.


No mês de junho a Anvisa aprovou duas propostas para regulamentar o plantio de maconha no país, lembra reportagem do G1, caso o processo seja concluído com a liberação.


O canabidiol, que é a substância extraída da cannabis, deixou de ser proibido no Brasil desde  2015 para uso em tratamentos e pesquisa científica. Entretanto, o plantio da erva não é permitido.


Fonte: Voz da Bahia




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo