Consulta pública para retocolite: o SUS pode oferecer uma nova opção de medicamento, participe!


Quem convive com a retocolite ulcerativa leve a moderada sente na pele os desafios que essa doença traz, tais como: fortes dores de barriga, mal estar, diarreia e muito constrangimento. Esses sintomas podem privar o paciente do convívio social, atrapalham a rotina de trabalho e roubam sua qualidade de vida, além de afetar a saúde emocional de quem tem a retocolite.


Seguir o tratamento adequado recomendado pelo médico pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de quem tem retocolite, por isso é importante que os pacientes tenham acesso a maior variedade de medicamentos no SUS, facilitando assim o tratamento e garantindo mais acesso à saúde.*


Agora o SUS está avaliando oferecer mais uma alternativa de tratamento para a retocolite ulcerativa leve a moderada e você pode participar desta decisão dando a sua opinião!


Está aberta a consulta pública 73/2022, que é um formulário online onde todos podem dar sua opinião sobre a inclusão de mais um tratamento para a retocolite ulcerativa leve a moderada. A recomendação inicial da Conitec é contrária à disponibilização desta nova alternativa de medicamento no SUS. Mas sua opinião pode ajudar a mudar esta decisão beneficiando milhares de brasileiros, além de ser uma excelente oportunidade de compartilhar com os decisores a sua experiência com os tratamentos existentes na rede pública de saúde.


Participe aqui.

Para opinar é necessário fazer o login no site www.gov.br.


Sua opinião pode ajudar a garantir maior variedade de tratamentos para a retocolite ulcerativa moderada no SUS!!


Ficou com dúvida sobre como opinar?

Assista ao tutorial abaixo.



Esta ação tem o apoio da Ferring Brasil.

24 visualizações0 comentário