top of page

Mais uma grande vitória para a comunidade de dermatite atópica e para pacientes com câncer: novos tratamentos são incorporados na cobertura obrigatória dos planos de saúde



A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou recentemente a incorporação de novas tecnologias nas coberturas obrigatórias dos planos de saúde. Com a Resolução Normativa ANS Nº 603, de 1º de abril de 2024, pacientes com condições específicas de saúde ganham novas esperanças através do acesso ampliado a tratamentos inovadores.


Dentre as atualizações, estão a inclusão do medicamento imunobiológico dupilumabe, voltado para o tratamento de dermatite atópica grave em crianças e adolescentes entre 6 meses e 18 anos. A dermatite atópica, que causa inflamação e irritação severas da pele, pode afetar significativamente a qualidade de vida dos pacientes e de suas famílias. O tratamento com dupilumabe surge como uma luz no fim do túnel para aqueles que não responderam adequadamente aos tratamentos tópicos convencionais, oferecendo uma nova alternativa para controlar os sintomas dessa condição crônica.


A Agência também anunciou a incorporação de antineoplásico oral Osimertinibe, para o tratamento adjuvante após ressecção do tumor em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPNPC) e do procedimento de Radioterapia com modulação da intensidade do feixe (IMRT) para o tratamento de neoplasias primárias de próstata.


Estas decisões marcam um avanço significativo na busca pela ampliação do acesso à saúde em nosso país, representando não apenas esperança para muitas famílias, mas também o avanço na política de saúde suplementar no Brasil, garantindo que os pacientes tenham acesso aos cuidados de que necessitam.

Vamos aguardar a atualização do Rol da ANS, que deve acontecer ainda este ano, para que seja iniciada a disponibilização do tratamento aos pacientes.





Juntos, nós podemos fazer a diferença e ampliar cada vez mais o acesso à saúde para os brasileiros!


44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page