O que esperar do novo governo Lula em relação à saúde?

Lula pretende reorganizar o Ministério da Saúde, cujo orçamento é considerado aquém das necessidades da pasta. Ele promete melhorar a gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e zerar as filas de cirurgias, consultas e exames não realizados durante a pandemia. O presidente eleito defende retomar as grandes campanhas de vacinação e terá de reestruturar o programa Farmácia Popular.


A falta de remédios é um problema grave. O novo governo planeja lançar um programa similar ao Mais Médicos, mas sem os profissionais cubanos, para ampliar a atenção primária, principalmente em localidades de difícil acesso. Em relação ao comando da Saúde, a expectativa inicial era que o ministério ficasse com um nome do PT, uma vez que o tema teve grande atenção durante o governo de Bolsonaro durante a pandemia. Nos primeiros dias após a eleição, no entanto, notícias dão conta de que a pasta pode ter o ministro indicado pelo vice, Geraldo Alckmin.


Há pelo menos setes nomes já comentados para assumir o Ministério da Saúde: Alexandre Padilha, Arthur Chioro, David Uip, Humberto Costa, José Gomes Temporão, Ludhmila Hajjar e Margareth Dalcolmo.






Fonte: NK Consultores

17 visualizações0 comentário