Veja o o que aconteceu na 3ª reunião da Cosaúde


Nesta semana, nos dias 15 e 16 de março, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou a 3ª Reunião Técnica da Comissão de Atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Suplementar (Cosaúde), que teve o objetivo de discutir a inclusão de tecnologias submetidas para análise da Agência na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde.


Confira abaixo as tecnologias avaliadas e o respectivo parecer da Cosaúde.


Tecnologias avaliadas em 15 de março:


Darolutamida para tratamento de câncer de próstata não metastático resistente à castração

Os membros do Cosaúde se posicionaram favoráveis à incorporação da tecnologia no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.


Dupilumabe para o tratamento de pacientes com asma eosinofílica grave

A maioria dos membros do Cosaúde se posicionou favorável à incorporação da tecnologia no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.


Devido à reunião da Diretoria Colegiada da ANS, a análise das contribuições da consulta pública nº 91 do Regorafenibe, para tratamento de câncer colorretal metastático; e Ustequinumabe, para tratamento de retocolite ulcerativa ativa moderada a grave; e a discussão a inclusão do Lorlatinibe, para tratamento de câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC), serão disponibilizadas em momento oportuno.


Tecnologias avaliadas em 16 de março:


Tratamento de Leucemia Linfocítica Crônica (LLC) recidivada ou refratária

Os membros da Cosaúde se posicionaram favoráveis à incorporação do medicamento ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS. Tratamento de Leucemia Linfocítica Crônica (LLC) em primeira linha Os membros da Cosaúde se posicionaram favoráveis à incorporação do medicamento ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.

Tratamento de Linfoma de Células do Manto Recidivado/ Refratário (LCM RR) Os membros da Cosaúde se posicionaram favoráveis à incorporação do medicamento ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS. Tratamento de câncer de próstata metastático sensível à castração (com Apalutamida) A maioria dos membros da Cosaúde se posicionou favorável à incorporação do medicamento ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS. Tratamento de câncer de próstata metastático sensível à castração (com Enzalutamida) A maioria dos membros da Cosaúde se posicionou favorável à incorporação do medicamento ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.


O resultado final será disponibilizado em 30/03/2022 pela DICOL - Diretoria Colegiada.



18 visualizações0 comentário