top of page

Podemos Mais: Consulta Pública Sobre a Disponibilização de Imunobiológico para Pessoas com Psoríase Moderada a Grave

Está aberta até o dia 04 de junho, a consulta pública n°129 da ANS1 sobre a disponibilização de um imunobiológico inovador, com mecanismo de ação único, para pacientes adultos com psoríase moderada a grave pelos planos de saúde.






O que é a psoríase?


A psoríase é uma doença crônica, não transmissível e, muitas vezes, debilitante, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Caracterizada por lesões vermelhas e escamosas na pele, a psoríase é acompanhada por uma série de impactos físicos e emocionais para os pacientes.²,³


Entenda os desafios dos pacientes


Além do impacto físico associado às lesões cutâneas, os pacientes com psoríase frequentemente enfrentam batalhas emocionais. Ansiedade, vergonha, baixa autoestima e isolamento são apenas algumas das muitas lutas enfrentadas diariamente.


A condição não só influencia a qualidade de vida, mas também pode desencadear outras questões de saúde mental, como depressão.²⁻⁴


Riscos para os pacientes


A psoríase é uma doença sistêmica que se não controlada, pode levar a complicações, incluindo o desenvolvimento de outras condições de saúde associadas ao processo inflamatório. Entre as doenças associadas à psoríase estão diabetes, doenças cardiovasculares e aumento do risco de morte.


É crucial que os pacientes tenham acesso a tratamentos eficazes para o controle adequado da doença, evitando essas complicações e melhorando a sua qualidade de vida. ²⁻⁴





A importância da disponibilização de um arsenal terapêutico.


Existem diversas opções disponíveis para o tratamento da psoríase, inclusive através das operadoras de saúde, porém alguns pacientes podem ter dificuldade em encontrar uma terapia que funcione a longo prazo.


Boa parte dos pacientes acaba passando por diversos tratamentos antes de identificar um que resulte em sucesso terapêutico.


Muitos fatores contribuem para a interrupção de um tratamento: falha ao medicamento, diminuição da eficácia ao longo do tempo, eventos adversos e até a perda de cobertura por parte de seguros de saúde.⁵⁻⁸


Por isso, a disponibilização de terapias inovadoras e com mecanismos de ação distintos é importante para o controle da doença e a manutenção da qualidade de vida dos pacientes.


Podemos Mais!


Atualmente, uma consulta pública está aberta para discutir a disponibilização de um tratamento único e inovador para psoríase moderada a grave pelos planos de saúde: o brodalumabe.


Brodalumabe é um imunobiológico com mecanismo de ação único que pode proporcionar melhora completa, rápida e de longo prazo das lesões de psoríase, tanto em pacientes que nunca realizaram um tratamento com imunobiológico quanto naqueles que já falharam a diversas terapias.⁹⁻¹²



O que é consulta pública


Uma consulta pública é uma oportunidade para que todos expressem suas opiniões sobre um determinado assunto por meio de um formulário do governo na internet.


No caso da consulta pública atual, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está buscando a opinião da população sobre a disponibilização do brodalumabe pelos planos de saúde.


Por que sua participação faz a diferença?


Participar desta consulta pública é uma maneira de exercer sua cidadania e contribuir para decisões que afetam diretamente a vida das pessoas com psoríase.


Também é uma oportunidade única para que tanto pacientes e cuidadores, quanto profissionais de saúde, tenham a oportunidade de compartilhar suas experiências e perspectivas, ajudando a construir políticas públicas mais efetivas que impactam positivamente o tratamento da psoríase.



Como apoiar esta causa?


Junte-se a nós no movimento "Podemos Mais"! Participe da consulta pública dando a sua opinião sobre a incorporação de brodalumabe no rol da ANS, compartilhe estas informações sobre a psoríase e a importância de mais opções de tratamento nos planos de saúde e vamos juntos lutar por uma melhor qualidade de vida para todos os pacientes com psoríase.


Assista o vídeo tutorial e saiba como dar a sua opinião


Para saber como participar da consulta pública e dar sua contribuição para a disponibilização do brodalumabe, assista ao nosso vídeo tutorial e faça parte desta importante causa. Juntos, PODEMOS MAIS!






Referências:

2- Global report on psoriasis (who.int) 3- Romiti R, Carvalho AVE, Duarte GV; Grupo de Trabalho do Consenso Brasileiro de Psoríase da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Brazilian Consensus on Psoriasis 2020 and Treatment Algorithm of th e Brazilian Society of Dermatology. An Bras Dermatol. 2021 Nov-Dec;96(6):778- 781. 4- Russo PA, Ilchef R, Cooper AJ. Australas J Dermatol. 2004;45(3):155–159. 5- Sutaria N, Au SC. Failure rates and survival times of systemic and biologic therapies in treating psoriasis: a retrospective study. J Dermatolog Treat. 2021 Sep;32(6):617- 620. doi: 10.1080/09546634.2019.1688756. Epub 2019 Dec 11. PMID: 31682477. 6- Kerdel F, Zaiac M. An evolution in switching therapy for psoriasis patients who fail to meet treatment goals. Dermatol Ther. 2015 Nov-Dec;28(6):390-403. doi: 10.1111/dth.12267. Epub 2015 Aug 10. PMID: 26258910; PMCID: PMC5042073. 7- Levin AA, Gottlieb AB, Au SC. A comparison of psoriasis drug failure rates and reasons for discontinuation in biologics vs conventional systemic therapies. J Drugs Dermatol. 2014 Jul;13(7):848-53. PMID: 25007369. 8- Yeung H, Wan J, Van Voorhees AS, Callis Duffin K, Krueger GG, Kalb RE, Weisman JD, Sperber BR, Brod BA, Schleicher SM, Bebo BF Jr, Shin DB, Troxel AB, Gelfand JM. Patient-reported reasons for the discontinuation of commonly used treatments for moderate to severe psoriasis. J Am Acad Dermatol. 2013 Jan;68(1):64-72. doi: 10.1016/j.jaad.2012.06.035. Epub 2012 Jul 28. PMID: 22846688; PMCID: PMC3488143. 9- Armstrong A, Fried R, Koo J, Gottlieb A, Jackson A. Mechanism of Action of Brodalumab May Correlate With Efficacy in Patients With Inflammatory Skin Diseases. J Drugs Dermatol. 2023 Oct 1;22(10):994-1000. doi: 10.36849/JDD.7701. PMID: 37801526. 10- Reich K, Iversen L, Puig L, Lambert J, Mrowietz U, Kaplan Saday K, Warren RB. Long-term efficacy and safety of brodalumab in moderate-to-severe plaque psoriasis: a post hoc pooled analysis of AMAGINE-2 and -3. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2022 Aug;36(8):1275-1283. doi: 10.1111/jdv.18068. Epub 2022 Apr 1. PMID: 35279890. 11- Lebwohl M, Strober B, Menter A, Gordon K, Weglowska J, Puig L, Papp K, Spelman L, Toth D, Kerdel F, Armstrong AW, Stingl G, Kimball AB, Bachelez H, Wu JJ, Crowley J, Langley RG, Blicharski T, Paul C, Lacour JP, Tyring S, Kircik L, Chimenti S, Callis Duffin K, Bagel J, Koo J, Aras G, Li J, Song W, Milmont CE, Shi Y, Erondu N, Klekotka P, Kotzin B, Nirula A. Phase 3 Studies Comparing Brodalumab with Ustekinumab in Psoriasis. N Engl J Med. 2015 Oct;373(14):1318-28. doi: 10.1056/NEJMoa1503824. PMID: 26422722. 12- Egeberg A, Andersen YMF, Halling-Overgaard AS, Alignahi F, Thyssen JP, Burge R, Mallbris L. Systematic review on rapidity of onset of action for interleukin-17 and interleukin-23 inhibitors for psoriasis. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2020 Jan;34(1):39-46. doi: 10.1111/jdv.15920. Epub 2019 Oct 10. Erratum in: J Eur Acad Dermatol Venereol. 2020 Sep;34(9):2156. PMID: 31465593

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page